Hello, do you speak English?

| 21 Janeiro, 2014 | 1 comentário

 

Inglês no Pré-escolar…

days-of-week

Atualmente, a aquisição de uma segunda língua é de extrema importância desde as primeiras idades. Estamos inseridos num mundo globalizado, no qual a língua inglesa é encontrada no quotidiano de todos, inclusive no das crianças. Vemos o inglês em jogos, brinquedos, computadores, roupas, desenhos animados, entre outros. Este encontro com a língua desperta a curiosidade e o interesse das crianças e é uma oportunidade que deve ser aproveitada quando se trata de ensino-aprendizagem.

A Língua Inglesa é actualmente a língua de comunicação internacional por excelência, e a antecipação da sua aprendizagem para o ensino na educação infantil é, à luz de várias teorias de aprendizagem, o caminho a seguir.

Há vários estudos que indicam que as crianças que começam uma língua estrangeira, em particular o Inglês, mais cedo têm uma visão cultural mais abrangente do que as crianças monolingues e que a aprendizagem dessa mesma língua contribui significativamente para o desenvolvimento das suas capacidades cognitivas.

As crianças desta faixa etária apresentam um elevado grau de motivação e uma grande vontade de comunicar, fruto da sua curiosidade natural mas também do seu desejo de aprender. No entanto, uma vez que estamos perante um grupo etário cujo nível de atenção é limitado e extremamente variável, propõe-se que os momentos de aprendizagem do Inglês decorram, predominantemente, com base em actividades lúdicas.

O ensino de língua inglesa no pré-escolar requer cuidado, dedicação e atenção. Muitos podem pensar que dar aulas a crianças é uma tarefa “fácil”, já que a matéria que é ensinada para essas crianças também é mais “fácil”, do que o que é ensinado para um adulto. No entanto, a realidade não é essa. A escassez de material de língua inglesa, em algumas realidades, torna essa tarefa ainda mais desafiadora. Para captar a atenção de uma criança de 3 anos, por exemplo, falando um outro idioma, não é algo assim tão linear. É necessário envolver o lúdico, cantar, brincar, dançar, fantasiar…

Um dos objectivos fundamentais é fazer com que a criança esteja à vontade, que crie gosto pela língua inglesa, desenvolvendo paralelamente uma educação para a comunicação. Assim sendo, o ensino do Inglês no pré-escolar assenta numa tónica exclusivamente oral, de forma a despertar os sentidos de compreensão e expressão dos educandos.

Os usos de língua a privilegiar nesta fase de iniciação passam, essencialmente, pela audição, reprodução de rimas, canções, poemas, etc; compreensão de acontecimentos principais de uma história transmitida em registo áudio ou audiovisual; participação em jogos de expressão dramática e compreensão de instruções simples.

Mesmo com alguns problemas que o ensino para crianças enfrenta e pode enfrentar, é indispensável, que quando possível, a criança venha a ser exposta a uma língua estrangeira. É um período no qual realmente podem-se obter excelentes resultados, não tanto a curto prazo, mas a longo prazo, ou seja, o aprendizado quando criança irá refletir num ótimo desempenho dessa criança na vida adulta.

 

Goodbye!

Elsa Sousa

(Professora do 2º Ciclo do Ensino Básico – Variante Português/Inglês)

Comentários

  1. soniadevezas diz:

    O Inglês vai ser ou já é a nossa segunda língua Mãe. Quanto mais cedo a aprenderem, melhor.

     

     


Responder a soniadevezas Cancelar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *